segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Boas Ações.

Mano, um dia eu cheguei numa loja tals, e fui comprar um fardo com 12 caixas de leite. Eu tinha uns 9 anos se pá, fui num mercado perto de casa. Nuss, era muuuito pesado pra mim na época. eu deixei cair a caixa no chão, meu amigo que estava comigo apenas riu de mim. Era normal, quando pequenos apenas riamos das desgraças dos outros, mas com uma inocência. Então um moço, da minha idade atual mais ou menos, tava beirando os 20 anos, e disse:  Maninho, tá precisando de uma força aí? eu respondi: Nem precisa cara, eu dou conta. Orgulhoso, macho, querendo pagar uma de forte, eu deixei cair novamente, e então ele me ajudou a levar até em casa a caixa de leite. Eu o agradeci, e ele foi embora. Eu me senti aliviado.

Outrora, eu já estava na adolescência, então havia ido na panificadora comprar uns chineques pra levar pra mãe a tarde. E então vi um molequinho se peidando todo pra carregar uma caixa de leite. Logo me veio na cabeça aquele flashback de quando era pequeno. Ofereci ajuda ao maluco ali né, perguntando: E aí carinha, quer uma mão aí? Ele grosseiramente respondeu: Sou forte, não precisa não u_u. Fiquei cabreirásso, pensando logo: MOLEQUE, AINDA VAI CAIR ESSA CAIXA. Dito e feito. Fui lá e peguei a caixa na moral mesmo, e falei pro gurizinho: XÁCOMIGO véi. O menino ficou altos feliz, que eu levei até na casa dele a caixa.

Eu me deitei um tempo depois e fiquei refletindo. Boas ações são legais cara, vocÊ se sente útil, prestativo, se sente bem por ter feito algo de bom. Mas quando alguém for te ajudar, ACEITE a ajuda, seja humilde e aceite a sua fraqueza. Não deixe o orgulho te consumir. Ajude, e aceite a ajuda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário