sexta-feira, 24 de setembro de 2010

vida

eu vivo num mundo em fast forward. não há tempo pra picuinhas, não há tempo pra se jogar fora.
relógios, prazos, validades estourando, tudo a beira de um colapso de intrigas e problemas  que resolvem estar como uma montanha, ou um poço sem fim, no meio de meu caminho. apenas quero resolver esses desafios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário