terça-feira, 14 de setembro de 2010

dia-a-dia é assim

Te ver. então te dou um sorriso, te dou um beijo, e te dou um abraço. logo pergunto: você está bem meu amor?
e você sorrindo me responde: está tudo bem meu amorzinho, e com você? *-*. a resposta está na ponta da língua. estou preparado pra dizer que está tudo ótimo comigo. enfim. de fato, não deixa de ser verdade. mas o que mais dá vontade de dizer é: Agora que eu estou com você, eu me sinto vivo, leve, feliz. o dia inteiro agente passa um stress fudido, tudo aquilo de mal, um querendo foder com a vida do outro. outro chorando pra mim. outros dando a mínima pro seu emprego. eu vejo tudo isso e fico abismado. fico assustado. parece que uma guerra está acontecendo e eu passo pelo meio dos tiros. é incrível a capacidade que eu tive de sobreviver, e tenho muito ainda. isso acaba me afetando no dia. mas tudo isso acontece, e eu penso lá na frente: puta merda cara, eu preciso ficar susse. preciso estar bem, preciso me animar. só com essas palavras já começa a vir tudo e qualquer sentimento, lembrança, preocupação, felicidade, ânimo, relacionada a você. isso tá servindo como escudo pra mim. está servindo como a minha razão de estar vivo. aí então depois de passar todos esses momentos tensos e tudo mais, chega a hora de ir embora, e somente um cheiro de amor me guia, meus ouvidos ouvem o som de seus batimentos cardíacos, e sinto sua presença a quilometros de distância. minha respiração começa a ficar mais forte, meu coração vai acelerando, e eu te encontro e você me pergunta: você está bem meu amor? e eu com a maior sinceridade, te respondo: dou Graças a Deus que chegou a hora que eu estou contigo, dou graças a Deus por ter a mulher mais importante do mundo. Diga o que for, diga que é exagero, diga que estou mentindo, mas dentro do meu coração, a única coisa que transborda, é a certeza de que a paz e a tranquilidade existem, e por incrível que pareça moram dentro de mim e dentro de você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário