terça-feira, 31 de agosto de 2010

sim,


foram essas duas pessoas que se conheceram. depois de certa maturidade na vida, cansados das coisas mundanas, prazeres alheios etc. e tal. em um ano se tornaram uma só carne. descobriram que a vida é muito mais do que o baturité, ou velhos problemas familiares. descobriram que poderiam continuar as suas vidas através daquele melhor presente que Deus nos dá: a nossa descendência. Graças as forças destas duas pessoas eu estou aqui. graças aos esforços físicos mentais e espirituais dessas duas pessoas, eu e meu irmão (guilherme) estamos grandes e fortes, para continuarmos a história deles.

para: pai e mãe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário